Home > Marist World > Brazil: Desigualdade de gênero é tema do novo vídeo da Campanha Defenda-se

 


 



 


Social networking

Marist Brothers

RSS YouTube FaceBook Twitter

 

Today's picture

Cuba: Community Lavalla200> of Holguín, with general councillors

Marist Brothers - Archive of pictures

Archive of pictures

 

Latest updates

 


Calls of the XXII General Chapter



FMSI


Archive of updates

 

Marist Calendar

22 August

Feast of the Queenship of Mary

Marist Calendar - August

Desigualdade de gênero é tema do novo vídeo da Campanha Defenda-se

 

Archive: 2019 | 2018 | 2017 | 2016 | 2015 | 2014 | 2013 | 2012 | 2011 | 2010 | 2009 | 2008 | 2007 | 2006 | 2005 | 2004

20/11/2015: Brazil

 

Conteúdo faz parte de série de vídeos voltados a crianças de 5 a 12 anos, com orientações sobre como elas podem se prevenir da violência sexual

Aproveitando as mobilizações em torno do dia 20 de novembro, em que é celebrado o 26º aniversário da Convenção Internacional Sobre os Direitos da Criança, a Rede Marista de Solidariedade, por meio do Centro Marista de Defesa da Infância, lança o 10º vídeo da Campanha Defenda-se.

Em respeito ao princípio da Participação, presente no Artigo 12 da Convenção, o vídeo foi desenvolvido juntamente com crianças e adolescentes do Centro Educacional Marista São José (SC), que colaboraram na definição do tema, na construção do roteiro e na locução dos personagens que conduzem a história, Valentina e Caio.

“Em função de uma cultura adultocêntrica, a sociedade ainda não reconhece esse direito e as contribuições que a infância pode oferecer. Ao mesmo tempo em que é difícil a tarefa de incluir crianças e adolescentes nos processos democráticos, especialmente nos assuntos que lhes dizem respeito diretamente, é essencial para a efetivação plena das políticas públicas. Ao se falar em enfrentamento da violência sexual, acreditamos que as crianças devem conhecer o tema para que possam opinar sobre ele e agir em defesa própria”, afirma Vinícius Gallon, coordenador da Campanha Defenda-se.
A nova história busca problematizar a desigualdade de gênero e suas implicações para a violência sexual. “O desafio do 10º vídeo é o de contestar os papeis de gênero construídos desde a infância, em que meninos e meninas são levados a assumir posturas pré-determinadas de cada sexo, ainda que isso vá contra sua vontade e seu desenvolvimento natural. As crianças que, por ventura, não se enquadram nos estereótipos acabam sofrendo com a violência, inclusive sexual.”, diz Vinícius Gallon.
A série está disponível no site do projeto, juntamente com documentos de referência sobre o enfrentamento à violência sexual e materiais para mobilização do tema nas mídias sociais: www.defenda-se.com.

As dicas das animações são:

1 – Não tenha medo nem vergonha de se defender - https://www.youtube.com/watch?v=btS4Jp22Yh0    
2 – Proteja sua imagem - https://www.youtube.com/watch?v=HlMEEIDTFgY  
3 – Não aceite carona de estranhos - https://www.youtube.com/watch?v=0f3Cgs0X8nA
4 – Não dê informações pessoais a quem você não conhece - https://www.youtube.com/watch?v=XCop-iM36AU
5 – Conheça e proteja o seu corpo - https://www.youtube.com/watch?v=Tygbs8gIs2Y
6 – Não aceite dinheiro ou presente em troca de carinhos - https://www.youtube.com/watch?v=bhqa_NxowQ4
7 – No carnaval e nas férias, fique mais atento com sua autodefesa - https://www.youtube.com/watch?v=a2xl146ivYY

8 – Conheça e acesse os canais de denúncia - https://www.youtube.com/watch?v=JA5poqqOx9o

9 – Identifique quais carinhos são bons e quais são abusivos - https://youtu.be/vjwSPkguQxc 
10 – Meninas e meninos devem ser respeitados e ter os mesmos direitos 

Sobre a Campanha Defenda-se
A campanha Defenda-se contribui com as políticas de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes, especialmente no campo da prevenção, ao promover a autoproteção de meninos e meninas contra o abuso e a exploração sexual por meio de vídeos educativos de versão amigável. Os vídeos ilustram situações cotidianas em que a criança pode se defender, seja relatando a violência para alguém de confiança ou fazendo a denúncia diretamente para canais como o Disque 100, que recebe e encaminha denúncias de violações de direitos humanos.

Sobre a Rede Marista de Solidariedade
A Rede Marista de Solidariedade abrange programas, projetos e ações de promoção e defesa dos direitos das crianças e dos jovens desenvolvidos em todas as áreas de atuação do Grupo Marista. A Instituição Marista tem status consultivo na Comissão de Direitos Humanos da ONU, por meio da Fundação Marista de Solidariedade Internacional. A rede desenvolve iniciativas para a efetivação dos direitos da criança, como o Centro Marista de Defesa da Infância. Representantes da Rede Marista de Solidariedade participam de conselhos, fóruns e redes nas áreas de educação, direitos da criança e do jovem, assistência social e saúde nos níveis municipais, estaduais e nacional. A rede também atende diretamente cerca de 16 mil crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, de maneira contínua, em 26 unidades sociais e nos programas de bolsas de estudo para a Educação Básica, Profissional e Ensino Superior. Outras informações, acesse: www.solmarista.org.br


Informações para a imprensa:

Lead Comunicação

( (11) 3168-1412
Cíntia Gomes – Ramal 12 * cintia@lead.com.br
Denise Angelo – Ramal 13* denise@lead.com.br

483 visits