Home > E-maristes > Champagnat > Letters of Champagnat > Carta de Marcelino - 126

 



Wherever you go

Rule of Life of the Marist Brothers


 



 


Social networking

Marist Brothers

RSS YouTube FaceBook Twitter

 

Today's picture

Sri Lanka: Students of Maris Stella College - Anuual picnic to Kalpitiya

Marist Brothers - Archive of pictures

Archive of pictures

 

Latest updates

 


Calls of the XXII General Chapter



FMSI


Archive of updates

 

Marist Calendar

10 December

Saint Gregory III, Pope
International Day of Human Rights (UN)
First Marist foundations in Kenya (1984)

Marist Calendar - December

Carta de Marcelino - 126

 

Br. Marcellin Champagnat
04/08/1837


In other languages
English  Español  Français  

O Irmão Apollinaire está em Saint Paul faz dois anos e continua pelejando com a doença. O Padre Champagnat, sempre atento às necessidades de todos, muito caridoso para com os Irmãos doentes, convida-o a vir a l’Hermitage respirar os bons ares do vale do Gier..
(Cf. Cartas nos128, 141 e outras mais adiante).

V.J.M.J.
Notre Dame de lHermitage, 4 de agosto de 1837.
Caríssimo Irmão Apollinaire,
Senti demais não ter podido esticar minha viagem até Saint-Paul-Trois-Châteaux (cf. Carta no 122). Desejava encontrar-me com você, a fim de lhe proporcionar todo consolo de que eu seria capaz.
O que mais me aborrece é que me disseram que você anda adoentado. Caro amigo, você não pode ficar doente a ponto de não poder se levantar. Se você estivesse no quartel, os chefes lhe dariam um tempo para você se restabelecer. Peça licença ao Padre Mazelier e venha restabelecer-se conosco. Se não conseguir seu Certificado no mês de setembro, vai consegui-lo mais tarde, não queremos enterrá-lo tão cedo, você não trabalhou ainda bastante para o céu!
Estou sentidíssimo por saber que você está doente. Atire-se nos braços da Mãe de todos nós, ela ficará comovida com a situação de você e de seus coirmãos. Ela saberá perfeitamente dar um jeito nisso.
Diga ao Padre Superior o quanto você lastima de não poder prosseguir até o fim seus estudos para o Certificado. Caso ele julgue oportuno, peça ao médico um atestado para apresentá-lo ao senhor Prefeito.
Agradeça cordialmente ao Irmão que lhe ministrou as lições e a todos os que lhe prestaram algum serviço. Quando ficar curado, poderá voltar para Saint-Paul.
Adeus, meu caro irmão, deixo-o nos Sagrados Corações de Jesus e de Maria, nos quais sou seu dedicado pai.
Champagnat

P.S. Se o Irmão Victor puder esticar até o mês de setembro, poderá apresentar-se aos exames junto com os Irmãos Cyprien e Andronic.

3267 visits